Sua empresa está um passo à frente?

Como empresas que buscam inovação, que buscam de forma incisiva a satisfação do cliente, qual é o mote que devermos percorrer?

 

Muitas coisas podem se passar pela sua cabeça… Mas espero que “estar um passo à frente” esteja entre elas.

 

Entenda esse caso com a gente…

 

Atualmente, a empresa Uber implementou uma nova maneira de alcançar novos clientes, que está em fase de testes, com pretensões de se espalhar globalmente.

 

No aeroporto internacional de Toronto, Canadá, implementaram um quiosque de reserva de viagens.

 

Até aí, nada de novo. Porém o grande diferencial é que o quiosque de autoatendimento não exige que os passageiros usem seus smartphones ou até mesmo uma conta Uber para pedir uma corrida.

 

Ele só precisa ceder seu nome e telefone, para que consiga usufruir do serviço.

 

A ideia foi projetada para ser mais acessível para viajantes com barreiras linguísticas ou tecnológicas ou que tenham dificuldade gerais em usar smartphones.

 

COMODIDADE

 

Nos dias de hoje, qual consumidor não deseja que as tarefas em sua vida sejam mais simplificadas?

 

Já temos que lidar com tantos problemas rotineiros, que a empresa que entra como uma facilitadora sai na frente.

 

A Uber fez uma ótima jogada, ainda mais se pensarmos que o foco deles será aeroportos.

 

Em aeroportos temos uma concentração enorme de estrangeiros, pessoas que podem, ou não, terem facilidade com a língua nativa daquele país.

 

Fora isso, some a essa equação questões como: você chega exausto da sua viagem, às vezes o voo atrasou, quem sabe o quanto de bateria seu smartphone ainda tem? E o sinal? Será que está funcionando? As variáveis são gigantescas.

 

A Uber se aproveitou dessa situação tão comum, mas só chegou a esse resultado porque se colocou no lugar do seu público alvo.

 

A VERDADEIRA INOVAÇÃO

 

Quantos aplicativos você tem no seu smartphone? Muitos, né? Alguns essenciais, certo?

 

Porém, temos que pensar que nem sempre a tecnologia de ponta é o resultado melhor para uma equação.

 

Olhar para a praticidade é o caminho.

 

Olhar para a solução completa do problema é o “estar à frente” que devemos percorrer.

 

Por mais inteligentes que os aplicativos possam ser, há sempre alguma dor a ser sanada.

 

Nessa medida, a Uber pensou na dor que todos sofremos, ao estarmos presos ao acesso tecnológico.

 

Quem nunca precisou do celular e ficou sem bateria no meio de uma situação emergencial?

 

A ideia desse artigo é te fazer olhar para o cerne do que realmente precisamos.

 

Às vezes a solução está bem abaixo dos nossos olhos. Só precisamos pensar com a cabeça do nosso público.

 

Gostou desse artigo? Compartilha ele com os amigos.

 

Um forte abraço,
Evandro Lopes
(11) 5583-1980

By |2019-09-19T14:56:23+00:00setembro 19th, 2019|Notícias|0 Comments