Por mais setembros no nosso ano

Ela é silenciosa.

Geralmente chega sem alarde, sem histeria.

Muitas das vezes, quem a acompanha, nem percebe a sua presença.

 

E então, ela começa a fazer parte da sua rotina: na hora em que acorda, quando vai ao trabalho, quando volta, até a hora de dormir.

Ela passa então a tomar as rédeas da situação… Modifica sua agenda social, muda a forma como você se relaciona com o mundo, muda a forma como você sente as coisas.

Quando você cai em si, ela já está morando aí, bem dentro de você, construindo muros entre quem você é e quem está se tornando.

Hoje, queremos bater um papo contigo sobre a depressão no ambiente de trabalho.

O QUE É A DEPRESSÃO?

Quem nunca ouviu que a depressão é o mal do século?

A depressão é uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz alteração do humor caracterizada por tristeza profunda e forte sentimento de desesperança.

Segundo dados da OMS, Organização Mundial da Saúde, o Brasil é campeão de casos de depressão na América Latina. Quase 6% da população, um total de 11,5 milhões de pessoas, sofrem com a doença.

Seus agravantes são muitos… Suas causas, também.

A depressão pode ser ocasionada por diversos fatores biológicos e psicológicos, inclusive pode ser até mesmo de ordem hereditária.

Mas e quando esse estado começa a te afetar no ambiente de trabalho?

A DEPRESSÃO E O TRABALHO

Todos nós temos dias ruins.

Pense nisso. A vida de comercial de margarina não é real. Ela é uma ilusão, uma idealização.

Todos temos dias em que tudo parece dar errado. O trabalho não rende, as coisas não acontecem como o esperado, os seus colegas te irritam, e você sai do trabalho se sentindo completamente esgotado.

O problema é quando isso vira rotina. Quando esse sentimento de tristeza e esgotamento passa a ser tudo o que você sente no ambiente de trabalho.

Pesquisas mostram que a pressão, unida a climas e culturas organizacionais nada saudáveis, resultaram em um aumento nos casos de depressão no trabalho.

O que fazer num caso desses?

 

Além de procurar ajuda profissional, acho que não tem receita do bolo. Se tivesse, não teríamos tantas pessoas buscando ajuda, né?

Mas sinto que há pequenas atitudes, pequenas mudanças na rotina, que nos ajudam a entrar nos trilhos de novo.

Penso, numa reflexão intima, que a ansiedade de ser e se vender para o mundo, nos deixa cada vez mais reféns de personagens, que ao invés de serem de verdade, ao invés de estarem de verdade, apenas existem de maneira rasa.

Você é mais que o seu Linkedin.

Você é mais que suas fotos no Instagram.

Você é mais que seus dias felizes e tristes.

Tudo isso faz parte da nossa construção, mas somos muito mais que isso.

É aí que mora a diferença entre o ser e estar. A força de levantar e enfrentar.

Ninguém sabe de verdade o que você está passando, o que eu estou passando, o que o colega na cadeira ao seu lado está passando.

Mas todos temos uma força interna, que é capaz de nos levantar e nos fazer conquistar.

Se você está passando por uma situação complicada, respira fundo, procure ajuda e se erga.

Esteja.

Abraços sortes,

Evandro Lopes

By |2019-09-26T16:26:20+00:00setembro 26th, 2019|Notícias|0 Comments