Dispositivo emergencial para casos de engasgo começa a ser comercializado no Brasil

A sufocação ou obstrução das vias aéreas é a primeira causa de morte acidental de bebês até um ano de idade. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2017, 777 crianças de até 14 anos morreram vítimas de sufocação. Desse total, 581 tinham menos de um ano de idade.

 

Crianças menores de quatro anos estão particularmente mais vulneráveis a sufocações e engasgamentos, pois suas vias aéreas superiores (boca, garganta, esôfago e traqueia) são pequenas e, nessa fase, têm a tendência natural de colocar objetos na boca.

 

Pensando nisso, em auxiliar os pais em caso de emergência, um dispositivo criado nos Estados Unidos e que acaba de ser aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para ser vendido no Brasil pode ajudar a evitar fatalidades do tipo, tanto em crianças como em adultos.

 

O PRODUTO

 

Intitulado Lifevac, ele suga o que está preso na garganta de volta à boca. O dispositivo permite que qualquer pessoa, sem treinamento prévio, possa socorrer alguém que esteja sufocando em poucos passos.

 

O produto, de forma alguma, substitui intervenção médica – é apenas um auxiliador de primeiros socorros.

 

No Brasil, o produto já teve sua liberação pela Anvisa para ser comercializado.

 

Ainda sem valor definido, nos Estados Unidos, dispositivo custa em torno de US$ 70 e acompanha duas máscaras, uma infantil e outra adulta.

By |2019-12-02T15:21:53+00:00dezembro 2nd, 2019|Notícias|0 Comments