Aplicativo usa saliva para detectar coronavírus e colocá-lo em contato com o médico

Um dos assuntos mais comentados da atualidade é o Coronavírus. O surto, que começou em dezembro na cidade chinesa de Wuhan, já matou até agora mais de mil pessoas e infectou outras 40 mil.

 

Mas engenheiros da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, criaram um aplicativo que pode servir como um aliado na luta contra a doença.

Eles desenvolveram um mini laboratório portátil que pode ser conectado ao smartphone e diagnosticar doenças infecciosas, como o coronavírus.

COMO FUNCIONA

O usuário precisa apenas colocar o chip do aparelho na boca e depois conectá-lo no espaço reservado no dispositivo. Os resultados são transmitidos automaticamente ao médico pelo aplicativo. Além do coronavírus, é possível detectar doenças como malária, HIV e outras.

A possibilidade de fazer os testes com a saliva, o que é menos invasivo do que uma picada de agulha, evita o estresse que um teste comum traz ao paciente.

O dispositivo também teria potencial para a avaliação de condições associadas à saúde mental.

NO BRASIL

Em território nacional, pesquisas também avançam sobre o assunto.

A UFBA – Universidade Federal da Bahia – desenvolveu um teste rápido para detecção do coronavírus. Segundo virologista, resultado pode sair em até três horas.

By |2020-02-12T14:06:07+00:00fevereiro 12th, 2020|Notícias|0 Comments