Com a palavra: Evandro Lopes. Indicação de leitura

Salve, meus amigos.

Espero que todos estejam bem. Sei que é difícil com tudo o que estamos vivendo, mas vamos lá!

Que tal liberar um pouco de dopamina no seu dia? Hoje, vamos falar sobre hábitos. 

Estamos inseridos em um momento de mudanças bastante agudo em função do distanciamento social imposto pela Covid-19. Mas já parou para pensar por que tanto impacto no nosso cotidiano? A resposta teoricamente é simples: estamos sendo desafiados em todos os nossos hábitos. 

Para começar, fomos criados com o hábito de sair para trabalhar todos os dias e, de repente, tivemos de ficar em casa, às voltas com os filhos e tudo que envolve a gestão do lar. 

Gestão do lar? Uma boa cama, boa TV e bom chuveiro. Quantas tomadas ficaram para serem trocadas? Nunca vi tanta reforma acontecendo como nos últimos tempos. Deixou de ser o espaço de poucas horas na semana e passou a ser nosso QG.

O meio virtual virou uma fábrica de reuniões. Quando presenciais, em função dos deslocamentos, eram realizadas três ou quatro por dia. Hoje, precisamos marcar hora para beber água.

Faça uma lista rápida e analise quantos hábitos mudaram no seu dia a dia e – até hoje – quantos não se encaixaram nesse “novo normal”. 

Quem me conhece sabe que tenho o hábito de correr e treinar diariamente. Já passaram mais de sete meses e ainda não consegui retomar essa atividade diária. São dois os pontos que perdi para isso, a recompensa e o gatilho mental, mas esse papo é para uma outra cerveja.

Para me transformar e criar novos hábitos nesse momento, fiz o mais importante: parei, fiz um diagnóstico e busquei me reeducar.

Uma das grandes referências nesse sentido que quero compartilhar com vocês é o livro Hábitos Atômicos, de James Clear. É um material com muito conteúdo, nada além do que já conhecemos do nosso dia a dia. Porém, com ele, consegui resgatar técnicas importantes para organizar a transformação que o momento pediu.

Bem, amigos, espero que gostem da dica. Abaixo, seguem vários links para você consumir como achar melhor esse conteúdo. Aliás, uma mudança de hábito que aconselho a todos é consumir conteúdos por etapas e por canais distintos. 

Ouça uma boa sinopse, assista a um resumo, escute um audiolivro e, para sedimentar o conhecimento, leia o livro, anote, rabisque e faça seu resumo.

A minha jornada de consumo de conteúdo é essa, ajuda muito meu cérebro a começar a construir uma via para um novo conteúdo e também sítios de conhecimentos consistentes.

Divirtam-se, amigos!

Até a próxima.

Evandro Lopes | CEO da SLcomm

By |2020-11-13T19:48:10+00:00novembro 13th, 2020|Notícias|0 Comments