Se quiser ser servido, vou para um restaurante.

Ontem consumi um conteúdo sobre fidelidade e comprometimento e nele tinha um texto de Peter Drucker que dizia mais ou menos assim: Se você está inserido numa estrutura, não sirva a ela. Contribua para realização de seus propósitos. 

Esse pensamento me levou ao título do texto. Não estamos no mundo para servir, precisamos fazer a diferença na vida das pessoas e nas estruturas que estamos inseridos.

Até mesmo no restaurante, só sou fiel àqueles que não têm garçons que só trazem da cozinha o pedido que fiz. Geralmente os que mais me cativam são aqueles que o garçom tem a ciência que seu papel é primordial para cativar e fidelizar o cliente. Inclusive, frequento um que no crachá do garçom está seu nome e o cargo é SÓCIO. Puta sacada sobre mindset do proprietário. 

Estamos vivendo num mundo globalizado, a competitividade aumentou demais e não existe mais espaço para servidores. Na realidade acredito que nunca existiu, mas como estamos acostumados a nadar em rios cheios, o peixe magro sempre se escondeu dentro do cardume. 

A pandemia fez o rio esvaziar rapidamente. Os peixes magros e fracos não seguirão em frente.

As empresas estão cada vez mais “fit” com novas estruturas e buscando colaborativismo e eficiência no processo. A frase antiga “eu fiz minha parte” morreu ou irá matar quem o diz.

Estamos vivendo a geração da causa e significado e precisamos praticar isso também na profissão. Seja a diferença na vida e na corporação que está inserido. Não seja mais um adorno decorativo. 

Viva seu momento, construa sua história.

#SLcomm #agência #marketing #eventos

By |2021-07-19T09:51:47+00:00julho 19th, 2021|Notícias|0 Comments